A cultura dos 3 ‘R’s

“Toda a criação geme e sofre dores de parto até o momento, aguardando a revelação dos filhos dos homens” – Romanos 8.22.

Comecemos fazendo uma brincadeira com o número três. Eu gosto muito do número três e de suas combinações, pois o três lembra algumas coisas cruciais (positivas e ou negativas) para a existência humana.

Três me lembra a santíssima trindade: Pai, Filho e Espírito. O Pai tem perfil de um Deus-Amor-Supremo que não desiste nunca da sua criação. O Filho tem um caráter redentor, que nos vazios da vida cotidiana te chama ao abraço confortador da vida eterna no céu. E o Espírito sussurra nosso nome e, como a corça do salmos, somos guiados por essa sede de águas transbordantes.

Por outro lado, três remete à trindade moderna: dinheiro-autoridade-poder: “Tente romper os hábitos dos executivos viciados na santíssima trindade moderna – dinheiro-autoridade-poder – e eles passarão a agir como junkies (viciados) e mentirão, roubarão, gritarão, derrubarão árvores e queimarão florestas, vão arrasar colinas e incendiar arranha-céus. E venderão o chão abaixo de pés que ainda não nasceram” (Allen Ginsberg).

São três as pragmáticas, ou seja, as formas de o ser humano se relacionar com o mundo: a heurística, a política e a estética. Na relação heurística o homem se relaciona consigo mesmo, com sua visão de mundo e suas questões interiores. A relação política se dá do homem com o homem, ou seja, toda relação interpessoal é uma relação política. Por fim, a relação estética é a do homem com as coisas, como por exemplo a contemplação de uma obra de arte.

Por outro lado, três é o número das principais e urgentes ecologias: a ecologia do Meio Ambiente, a das relações sociais e a ecologia da subjetividade humana. Não somos máquinas de trabalho, somos criaturas do divino, humanos portanto.

Está em questão aqui uma indignação perante um mundo que se deteriora lentamente. É importantíssima a maneira de viver daqui em diante sobre o planeta, no contexto da aceleração das mutações técnico-científicas e do considerável crescimento demográfico. Em virtude do contínuo desenvolvimento do trabalho maquínico redobrado pela revolução informática, as forças produtivas vão tornar disponível uma quantidade cada vez maior do tempo de atividade humana potencial.

Mas com que finalidade? Nos contentaremos com o desemprego, com a marginalidade opressiva, com a solidão, com a ociosidade, com a angústia e com a neurose? Ou sorriremos para a cultura, para a criação, para a pesquisa, para a reinvenção do meio ambiente, para o enriquecimento dos modos de vida e de sustentabilidade?

Ações cotidianas, concretas e voluntárias de consumo consciente permitem a qualquer pessoa contribuir para a preservação do meio ambiente e para a melhoria da qualidade de vida de todos. Veja algumas dicas com base na cultura dos “3 Rs”:

Reduzir

Consumir menos é fundamental. Hoje, o Brasil produz 88 milhões de toneladas de lixo por ano, cerca de 440 quilos por habitante.

Reutilizar

É impossível reduzir a zero a geração de resíduos. Entretanto, muito do que jogamos fora poderia ser reaproveitado. Potes e vasilhames de vidro e caixas de papelão, por exemplo, podem ser úteis em casa ou nas indústrias de reciclagem. E o destino de restos de comida, como cascas e folhas, pode ser a compostagem.

Reciclar

O “R” mais conhecido é sinônimo de economia de matérias-primas. Vidro, papel, plástico e metal representam, em média, 50% do lixo que vai para os aterros.

Estou falando tudo isso por ocasião do Dia da Árvore, mas será que não seria humano e prudente termos isso em mente todos os dias? Afinal, um novo mundo é possível e há uma geração inteira dependendo do nosso bom senso e humanismo agora.
Me despeço.

CARLOS EDUARDO SOUZA E SILVA

* Matéria originalmente publicada em O Jornal Batista em 20 de setembro de 2009.

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigo, OJB. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s